Como FazerGestão

Como Fazer um Relatório Simples Passo a Passo

Algumas atribuições pedem um “relatório”, e por mais “simples” que isso possa aparentar, muitas pessoas têm dúvidas a respeito de como fazer um relatório.

As indagações mais frequentes são: tipos de escrita, que tipo de informação incluir, tamanho do documento, dentre outros fatores.

Assim, para facilitar a sua vida, vamos esclarecer alguns dos elementos essenciais que um relatório precisa ter para que você não erre na hora de elaborar o documento.

Aprenda como fazer um relatório neste artigo.

Veja Também: Como Fazer Um Planejamento Estratégico Eficiente

O que é um relatório?

Um relatório é um documento sistemático e bem organizado que define e analisa um assunto ou problema e que pode incluir:

  • O registro de uma sequência de eventos
  • A interpretação do significado desses eventos ou fatos
  • A avaliação dos fatos ou resultados da pesquisa apresentada
  • Discussão dos resultados de uma decisão ou de um curso de ação
  • Conclusões
  • Recomendações

Os relatórios devem ser sempre precisos, concisos e bem estruturados.

Isso é imprescindível se você quiser aprender sobre como elaborar um relatório.

1. Como fazer um relatório: Preparação inicial

Antes de qualquer coisa, sempre verifique muito bem o seu resumo.

Tenha convicção de que ele compreende exatamente o tópico, a questão ou o caso a ser relatado.

Também se atente para quem esse relatório será escrito.

Quanto mais claras estiverem essas informações na sua mente, mais fácil será elaborar um relatório simples e eficaz.

No momento em que você estiver realizando a pesquisa, o planejamento e escrevendo, sempre se questione sobre qual o principal objetivo do relatório.

É informar? Argumentar? Persuadir? Avaliar? O que o seu leitor quer ver no relatório e o que ele fará com isso?

2. Como fazer um relatório: Planejamento e pesquisa

Você primeiro precisa decidir a estrutura básica do relatório.

Decida qual é o tópico principal ou traga uma pergunta como um foco central, anote seus pensamentos iniciais e comece a agrupá-los em conjunto.

O uso de palavras-chave pode ajudar.

Tudo o que você anotou é relevante? Se não for, exclua.

Com isso, você montará um rascunho básico e depois poderá iniciar a sua pesquisa.

Verifique quais perguntas você deverá responder ao seu leitor, com base no que já fez.

Se você tiver informações específicas, isso facilitará a leitura.

Evite trazer muita informação e rejeite tudo que não for prioridade.

Tente, aliás, resumir os principais pontos da forma mais concisa possível.

Faça um registro que abranja todas as fontes consultas, se houver, para fazer referência a elas de modo correto.

3. Como fazer um relatório: Estrutura do relatório

Os relatórios devem ser escritos em seções com títulos e subtítulos, as quais normalmente são numeradas.

Abaixo estão os possíveis componentes de um relatório, na ordem em que aparecem.

Verifique a necessidade de inserir esses elementos ou não:

Página de título (sempre incluída)

Inclua o título, seu nome e o nome de quem está sendo enviado, data de envio e, se aplicável, o nome da pessoa ou organização que encomendou o relatório.

Evite fontes e efeitos extravagantes.

Página de conteúdo

Essa é uma lista clara e bem formatada de todas as seções e subseções do relatório.

Não se esqueça de colocar os números das páginas.

Se aplicável, deve haver uma lista separada de tabelas, figuras, ilustrações após o índice principal.

Certifique-se de que os títulos desta lista correspondem exatamente com aqueles que estão no conteúdo.

Termos de referência (às vezes precisam incluídos)

Os termos de referência são:

  • Definição da tarefa
  • Seu objetivo específico
  • Intenção.

Aqui você deve levar em consideração o tema do seu relatório.

Se ele é em grupo, quem ficou responsável pelo que? Quais são suas tarefas? Por que você está elaborando o relatório? Para quem você está escrevendo o relatório? O que o seu leitor quer ver?

Resumo ou Sinopse

É um resumo muito breve do relatório para leitura rápida.

Corpo do relatório

Essa é a substância do seu relatório.

A estrutura variará de acordo com a natureza do material que está sendo apresentado, com títulos e subtítulos usados ​​para indicar claramente as diferentes seções

O ideal é que você faça uma abordagem com a seguinte estrutura:

“situação> problema> solução> avaliação”

Se for um relatório crítico, use diagramas e tabelas para reforçar os seus argumentos.

Não inclua opiniões, conclusões ou recomendações nesta seção.

Resultados

Nesse tópico você deve registrar suas observações (no tempo passado) e normalmente inclui estatísticas, tabelas ou gráficos.

Conclusão (sempre incluída)

A conclusão deve extrair as implicações de suas descobertas, com deduções baseadas nos fatos descritos na parte principal.

Não inclua nenhum material novo aqui.

Referências bibliográficas (pode ser incluída)

É a lista que fontes que você usou durante a pesquisa e elaboração do seu relatório.

Estilo

Use sempre um português claro e conciso, evitando linguagem coloquial e escreva em frases bastante curtas.

Certifique-se de desenvolver cada parágrafo suficientemente (geralmente um mínimo de 5 ou 6 frases).

A maior parte do seu relatório deve ser impessoal.

Seguindo essas dicas, o seu relatório será muito bem estruturado e elaborado e poderá ser adequado para o destinatário que quiser e para a finalidade que você precisar.

[Total: 3    Média: 4/5]
Tags
Continuar Lendo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close