Gestão

Como Abrir Uma Empresa Sem Perder Tempo Com Burocracia

Você já percebeu que no Brasil parece ser um desafio fora do normal abrir uma empresa, não é mesmo? São tantas etapas, processos, uma burocracia que não parece ter fim…temos também, um excesso de informações que dificultam ter um norte para se guiar.

Todo cuidado é pouco nesse início. Portanto, ter uma boa organização e estratégia do início ao fim, é o segredo para que a abertura de empresa fique mais fácil e rápida.

Nós do Geração Empreendedora, vamos descomplicar isso para você e, acima de tudo, facilitar seu planejamento em busca do tão sonhado objetivo de abrir uma empresa!

Em outras palavras, te daremos uma visão clara e única para dar o pontapé inicial nessa jornada.

Primeiros passos para abrir uma empresa

Antes de mais nada, é preciso entender que abrir uma empresa leva certo tempo e requer paciência.

Por isso, tomar a decisão de montar um negócio deve acontecer depois de uma auto análise do empreendedor, após ele validar sua ideia e ter certeza que, pessoalmente, tem o perfil necessário para encarar o desafio.

Outra etapa que faz a diferença é a de validação do negócio.

Antes mesmo de saber como montar uma empresa, é importante analisar e pesquisar o mercado; validar a ideia de negócio com dados e ajuda de consultores e mentores; e acima de tudo, planejar cada passo que será dado.

Também é importante saber que certo investimento será necessário para abrir um negócio.

Quais os custos envolvidos ao montar uma empresa?

Para falar de custos ao se montar uma empresa, vamos ignorar alguns dos gastos posteriores como contratação de funcionário, aluguel de espaço físico e afins.

Quem quer abrir um negócio precisa pensar, antes de mais nada, nos gastos oficiais com o registro da empresa.

O valor que se paga para montar um negócio varia muito de cidade para cidade e estado para estado. Mesmo assim, é possível estimar com o quê se gastará ao abrir a empresa.

Alguns dos custos garantidos que o empreendedor terá para abrir sua empresa serão com:

  • DARE (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais);
  • DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais);
  • Junta Comercial;
  • Certificado Digital;
  • Consultorias, se precisar ou optar por.

Para saber o valor exato que será gasto com cada item, só procurando informação de acordo com a localização da empresa que será aberta.

O valor total, desses e outros gastos “oficiais”, podem variar mais de 200% de acordo com a localização.

Apenas os gastos acima chegam a cerca de R$ 700 no estado de São Paulo, mas não se deve esquecer do que será investido, ainda, em marketing, registro de marca e outros custos que virão pelo caminho.

Documentos necessários para abrir uma empresa

Como abrir uma empresa: Documentos Necessários

Outra parte responsável pela burocracia ao abrir empresa no Brasil é a documentação necessária.

A abertura de uma empresa requer muito conhecimento para juntar todos os documentos, inscrições, licenças e alvarás.

Vale lembrar, ainda, que cada cidade pode exigir documentos específicos, portanto atenção nunca é demais.

1º passo: Elaboração do contrato social

Este é o primeiro documento fundamental para quem vai montar um negócio.

É nele que constam informações com o objetivo do negócio, ramo de atuação, aspectos relacionados a possíveis sociedades e muito mais.

Com o documento bem elaborado e regendo tudo que a empresa fará, é hora de seguir em frente.

2º passo:  Registro na junta comercial

Com o contrato social em mãos, o próximo passo de como abrir uma empresa é registrá-la na junta comercial ou cartório de pessoas jurídicas mais próximo.

Para isso, serão necessárias três vias do contrato social (ou requerimento de empresário individual, ou estatuto); cópias autenticadas do RG e CPF dos sócios; uma via do requerimento padrão (capa da Junta Comercial); uma via da ficha de cadastro nacional (FCN), e os pagamentos de taxas através de DARF.

A ajuda de um contador ou advogado nessa hora pode ser um diferencial para não deixar nada passar.

3º passo: Tirar CNPJ da empresa

Depois do registro feito corretamente, será possível tirar o CNPJ da empresa junto ao site da Receita Federal.

O CNPJ nada mais é que a inscrição, junto ao Governo Federal, da empresa como contribuinte.

4º passo: Alvará de funcionamento

Já com o CNPJ regularizado, é hora de pegar o alvará de localização e funcionamento, que será um dos principais documentos, tirado no próprio município.

Na prefeitura, para abrir a empresa de fato e conseguir o alvará, são necessários um formulário disponibilizado no local, cópias do CNPJ e contrato social e laudos de vistoria no endereço pré-aprovado na cidade.

5º passo: Inscrição estadual

Seguindo no processo de como montar um negócio, é hora de obter a inscrição estadual, que serve para se conseguir registrar no ICMS.

Em vários estados do Brasil, essa etapa pode ser concluída de forma mais simples pela internet, por exemplo.

6º passo : Registro na Previdência

Ainda não está na hora de concluir a abertura da empresa. Falta ir até a Previdência para registrar o negócio.

Mesmo sem funcionários contratados, é preciso se registrar para pagar os devidos tributos em até 30 dias a partir do início das atividades da empresa registrada.

7º passo: Permissão para emitir notas fiscais

Por fim, abrir uma empresa requer a permissão para emitir notas.

Essa permissão pode ser concedida pela Prefeitura ou Secretaria da Fazenda local, dependendo do ramo de atividade da empresa.

[Bônus] Registrar a marca da empresa

Mesmo não sendo uma etapa oficial, registrar a marca da empresa pode ser uma ótima ideia.

Vale procurar entender melhor o registro de marca no INPI para garantir sua experiência como empreendedor da melhor forma possível, mantendo sua ideia e seu negócio protegidos.

Dicas valiosas e considerações finais

Ao final do processo de abertura da empresa, algumas dicas mais subjetivas podem ajudar os novos empreendedores. Compilando-as em dicas rápidas, elas são:

  • Planeje cada etapa com cuidado, desde documentação até o quanto quer gastar, quem irá contratar e tudo mais.
  • Não se esqueça do Marketing. Vender bem a empresa é tão importante quando abrir a empresa em si.
  • Contrate com inteligência. Colaboradores serão o coração da empresa.
  • Peça ajuda a pessoas experientes. Conhecimento de quem já passou pelo mesmo problema sempre é a melhor ajuda.
  • Ande sempre dentro da lei. Não vale querer dar jeitos para abrir uma empresa. Os problemas que podem ocorrer jamais valerão a pena.

No fim desse passo a passo, já é possível ter a resposta crucial sobre como montar uma empresa.

Agora é só colocar em prática todo o planejamento para realizar o sonho de abrir uma empresa.

Não deixe de se inscrever no Geração Empreendedora e fique sempre por dentro de todas as novidades do mundo do empreendedorismo 😉

Comente também o que achou desse artigo, seu feedback é muito importante para nós!


Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar