Empreendedorismo

Coworking: Conheça as suas Vantagens e Desvantagens

Durante o processo de planejamento para abrir um novo negócio, um aspecto fundamental e que também causa muitas dúvidas na mente dos empreendedores é em relação ao espaço físico adequado para instaurar os seus empreendimentos.

Dúvidas em relação ao custo do local, o ambiente e a localização são alguns dos fatores que acabam influenciando nesta tomada de decisão.

É em meio a estas dúvidas, que surge uma alternativa: o espaço de coworking.

Você provavelmente já deve ter ouvido falar alguma vez sobre este termo em algum momento.

Mas afinal, o que realmente significa coworking, como funciona e quais são as suas vantagens e desvantagens?

Vamos falar sobre isso no decorrer deste artigo.

O que é Coworking?

Coworking é uma modalidade de trabalho que se caracteriza pelo compartilhamento de determinado espaço físico por diferentes profissionais.

O espaço de coworking pode englobar empreendedores autônomos, que neste caso acabam optando por se inserir neste tipo de ambiente de forma a não trabalhar isoladamente.

Isso acontece em casos de home-office, assim como pode contemplar micro e pequenas empresas que estejam em fase inicial do seu negócio e não possuam uma estrutura própria.

Além da questão de não trabalhar em isolamento, existem outras razões que levam diversas empresas e empreendedores a trabalhar em um espaço de coworking.

Uma delas é a possibilidade de aumentar a rede de contatos e a partir dai criar novas possibilidades de negócios e parcerias.

Este tipo de modelo de trabalho tem crescido cada vez mais no Brasil.

Segundo resultados da pesquisa Censo Coworking Brasil, realizada pelo Movebla e Ekonomio através de uma parceria com o site Coworking Brasil, os espaços ativos deste modelo de negócio cresceram 52% de 2015 para 2016 no país.

Atualmente existem mais de 378 espaços de coworking espalhados por todas as regiões do Brasil, espaços estes que englobam mais de 10 mil empresas e empreendedores.

A cidade de São Paulo lidera em relação a quantidade destes espaços: atualmente a capital paulista possui 148 unidades de coworking.

Em relação às principais áreas de atuação participantes dos espaços de coworking existentes no Brasil, a pesquisa afirma que 65% dos profissionais instalados trabalham com serviços de consultoria, 50% com publicidade e design, 45% com marketing, internet e startups, enquanto que 38% correspondem a área de advocacia.

Em um âmbito global, existem 1.500 destes espaços compartilhados que estão espalhados em 790 cidades do mundo.

Como montar um espaço de Coworking?

O que é Coworking

Se você está pensando em montar um espaço de coworking para trabalhar juntamente com outras pessoas ou então somente administrar, é preciso ficar atento a alguns fatores importantes neste processo.

Selecionamos algumas dicas:

Faça um planejamento

Para montar um espaço de coworking não basta apenas possuir um espaço físico adequado.

É extremamente necessário realizar um planejamento em relação aos custos que serão necessários para equipar o espaço e de como ele vai ser organizado.

Isto é, planeje quantas empresas/empreendedores você pretende agrupar no local.

Ofereça uma estrutura de qualidade

Ao se pensar em montar um espaço que vai abrigar diferentes tipos de profissionais, é indispensável oferecer conforto e um ambiente agradável para que as pessoas possam desempenhar os seus trabalhos da melhor maneira possível.

Por isso, oferecer móveis confortáveis e uma internet rápida, por exemplo, são fatores fundamentais para o bom funcionamento do espaço e para que as pessoas instaladas no local sintam-se bem para trabalhar.

Ofereça espaços para interação entre os profissionais

Como um espaço de coworking abrange diversos profissionais das mais variadas áreas de atuação, é importante oferecer um ambiente adicional, além de um ambiente de trabalho que seja voltado para a interação, troca de experiências e reuniões entre as pessoas, como ocorre em diversas empresas.

Em caso de uma estrutura maior de coworking, também é possível criar um espaço destinado a eventos, cursos de capacitação e workshops.

Faça um bom marketing

Com a estrutura do espaço já planejada, é preciso divulgar o seu coworking e atrair os profissionais para instalar-se no local.

Definir os perfis de profissionais que você deseja agrupar em seu espaço ajuda na definição de estratégias de marketing.

Fazer um uso adequado da internet e das ferramentas propiciadas pelas redes sociais, além de frequentar eventos ligados ao empreendedorismo para interagir com profissionais das mais variadas áreas de atuação são algumas formas interessantes de divulgar o seu espaço.

Quais as vantagens de trabalhar em um espaço de Coworking?

Existem muitos profissionais autônomos que optam por trabalhar em casa, é o que chamamos de home-office.

Este modelo de trabalho, apesar de não ter custo, apresenta algumas desvantagens como a solidão e a dificuldade de expandir o seu negócio e criar novas possibilidades de parcerias que a falta de interação no dia-a-dia com outros profissionais pode causar.

Além do home-office, outra alternativa encontrada por trabalhadores autônomos e até por pequenas empresas que estão em fase inicial de seu negócio são escritórios próprios ou alugados.

Entretanto, neste caso, o custo é maior tanto para se instalar quanto para se manter mensalmente devido aos gastos com aluguel e outras contas a pagar como água, luz, telefone e internet, por exemplo, o que não são cobrados em locais de coworking.

Portanto o espaço compartilhado de trabalho é um meio termo entre o home-office e escritórios individuais.

Ao mesmo tempo em que apresenta um custo mensal muito menor para se manter se comparado a escritórios individuais, o espaço compartilhado permite uma troca de experiências e novas possibilidades de negócios que o home-office não oferece.

Trabalhar em um espaço de coworking proporciona ainda outras vantagens:

Boa estrutura e ambiente voltado para o trabalho

Por vezes, o profissional não possui um local adequado para trabalhar dentro de casa.

A estrutura proporcionada pelo espaço de coworking com mesas, cadeiras e com um local em ótimas condições propiciam um ambiente adequado e voltado exclusivamente para o trabalho, com uma conexão a internet eficiente, além do fato de o espaço ter um risco muito menor de distração, já que todas as pessoas ali presentes estão preocupadas em torno de seus trabalhos.

Trabalhar em casa pode ter muitos fatores que levam à desconcentração, tais como: um cachorro latindo, um vizinho tocando a campainha, outras pessoas assistindo televisão ou ouvindo música, por exemplo, o que não ocorre em um espaço de coworking.

Estes pequenos detalhes certamente podem fazer a diferença na produtividade do trabalho.

Não existe burocracia para se instalar em um Coworking

O processo para a instalação de profissionais e pequenas empresas em um espaço compartilhado de coworking é bastante simples.

Os interessados só precisam dizer qual o plano de coworking que desejam, qual atividade vão exercer e levar os seus notebooks que já começam a trabalhar no local.

Não é preciso nenhum tipo de planejamento para se inserir no espaço, ao contrário do processo de migração para um escritório individual, por exemplo.

Uma imagem mais profissional

Convenhamos que receber algum cliente em casa para falar sobre o seu negócio não é lá muito adequado, pois por mais que seja o seu ambiente de trabalho, é um local extremamente privado e pessoal, não apresentando o profissionalismo de um escritório de trabalho.

Os espaços de coworking geralmente apresentam locais exclusivos somente para a recepção e reunião com os clientes para os diversos profissionais que trabalham no local.

Networking

Como já mencionamos anteriormente, a troca de ideias e experiências com os outro profissionais instalados no espaço compartilhado é uma grande vantagem, aumentando a possibilidade de realizar um networking com outros profissionais, indicando os serviços de seus colegas de coworking e também recebendo indicações.

Conhecimento

Com o trabalho juntamente com diferentes profissionais, você passa a conhecer mais sobre outras áreas de atuação e os demais serviços que são desenvolvidos no local.

E as desvantagens?

Entretanto este espaço pode apresentar algumas desvantagens dependendo do perfil e preferência de determinado profissional, além de outros fatores.

Transporte

Se por um lado o custo mensal para se manter em um espaço de coworking é relativamente baixo e apresenta algumas vantagens se comparado ao home-office, a necessidade de deslocamento exige gastos com transporte, o que não ocorre no caso de trabalhar em casa.

Barulho

Trabalhar no mesmo ambiente de pessoas de outras áreas de atuação pode ser positivo como falamos acima, mas algumas pessoas podem se incomodar com o barulho do ambiente de trabalho, já que muitos destes profissionais precisam falar por telefone frequentemente.

Este fator depende muito de cada pessoa: se o profissional tem dificuldade ou não de se concentrar em um ambiente compartilhado ou se aquele espaço, de fato, é mais produtivo do que trabalhar em casa.

É preciso avaliar cada situação.

Outro aspecto é que algumas pessoas podem também não saber conciliar o trabalho com a interação em um espaço de coworking e acabar se desconcentrando mais facilmente.

Falta de privacidade

Algumas pessoas podem se sentir incomodadas ao falarem com seus clientes por telefone, por exemplo, com pessoas de outras áreas de atuação ao redor.

Podem não se sentir tão a vontade do que trabalhando de uma forma isolada.

Menos flexibilidade de horários

Mesmo sendo um profissional autônomo, a pessoa precisa seguir o horário de funcionamento do coworking para trabalhar e usar o espaço, o que não acontece no caso do home-office.

Falta de espaço para guardar equipamentos particulares

Apesar de ser um espaço com muita estrutura e qualidade para os profissionais, o coworking, por se tratar de um local compartilhado, obviamente está longe de ser um ambiente particular e pessoal.

Por isso o profissional pode não ter um espaço adequado para guardar alguns materiais e equipamentos que são utilizados unicamente para o seu trabalho.

Conclusão

Portanto, é necessário analisar cada caso e avaliar cada hipótese antes de optar por se inserir em um ambiente de coworking.

Os custos valem a pena? Tenho um bom ambiente de trabalho em casa ou a estrutura de um coworking seria mais apropriada? Iria me sentir a vontade trabalhando no mesmo local que outros profissionais de outras áreas?

Todas estas perguntas devem ser pensadas e respondidas de forma a realmente optar por trabalhar ou não em um espaço compartilhado.

Conheça o eGestor, o software de gestão online e fácil para micro e pequenas empresas.

[Total: 1    Média: 5/5]
Tags
Continuar Lendo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock foi Detectado

Please consider supporting us by disabling your ad blocker