Direito

Como Calcular Hora Extra: Saiba Quanto Pagar Aos Seus Funcionários

Aprender como calcular hora extra é apenas mais um dos desafios cotidianos de um empreendedor.

Na rotina de um negócio, muitas vezes acaba sendo necessário que se trabalhe um pouco além da rotina normal. Fazer hora extra, portanto, é uma consequência disso.

E todo empreendedor que trabalha bem e de forma correta com seu time, deve saber como fazer cálculo de horas extras para pagar os colaboradores pelo trabalho.

Deve-se frisar sempre que a prática de fazer horas extras deve ser regida por certos cuidados. Ela é devidamente regulamentada e suas regras devem ser seguidas à risca.

Caso sua empresa realmente dependa que os colaboradores acabem trabalhando vez ou outra fora do horário, é importante então aprender como calcular e pagar devidamente essas horas extras trabalhadas.

O que define uma hora extra?

Antes de pensar em como calcular horas extras, é importante entender o que as definem.

Horas extras são períodos de tempo cumpridos fora do horário normal de trabalho de um funcionário.

Por se tratarem de horas trabalhadas em horários fora do comum, elas requerem um pagamento diferenciado ao trabalhador, conforme as leis trabalhistas no Brasil.

Como calcular hora extra?

Para calcular o valor exato a ser pago em horas extras, é preciso saber antes o valor da hora do funcionário.

Para chegar nesse valor, é só dividir o salário pago pelo total de horas trabalhadas por mês.

Um funcionário que ganha R$ 2.000 e trabalha 200 horas por mês tem uma hora que custa R$10,00.

A partir desse valor é que será calculada a hora extra a ser paga em casos especiais, em que o funcionário trabalha a mais que o horário previsto.

Todas as regras que regem o cálculo de hora extra estão estabelecidas na CLT (Consolidação da Legislação Trabalhista).

Por se tratar de uma regulamentação nacional e irrevogável, é preciso cuidado.

A prática de fazer hora extra não deve ser feita a não ser que realmente necessária.

E para entender melhor o cálculo de hora extra, deve-se saber quais suas modalidades distintas.

No Brasil existem basicamente três tipos de horas extras, cada uma com uma fórmula de cálculo diferente.

Cálculo de hora extra comum

A equação da hora extra comum é a mais fácil possível: pega-se o valor do salário hora e acrescenta-se 50% a ele.

No exemplo acima, em que o colaborador tem uma hora de R$10,00, sua hora extra é calculada da seguinte forma: R$ 10 da hora trabalhada, mais 50% em cima desse valor, resulta em uma hora extra de R$15.

Se o trabalhador cumprir 10 horas além de seu horário normal em um mês, ele deve receber, portanto, R$ 150 por elas.

Como calcular hora extra noturna

Quem exerce atividades remuneradas no horário incomum de 22 às 5 horas também recebe de forma diferenciada.

É o chamado adicional noturno, calculado em cima do valor base de horas extras.

O colaborador que acaba trabalhando a noite tem 20% do valor do salário-hora acrescentado ao valor da hora extra comum.

Ainda no exemplo mostrado ao longo do texto, consideremos uma hora trabalhada no valor de R$10,00.

Um funcionário com essa remuneração que tem 20 horas extras trabalhadas à noite deve receber quanto?

A resposta, nesse caso, seria R$ 7 x  20, representando 20% do adicional noturno sobre a hora de trabalho (R$2,00), somados aos 50% da hora extra normal (R$5,00).

Como calcular hora extra em domingos e feriados

Por se tratar do horário mais extraordinário em relação à jornada de trabalho comum, é a hora mais cara.

Por isso, inclusive, é mais comum e mais recomendado que horas extras em domingos e feriados sejam evitadas.

Tanto pelo valor que será pago pela empresa quanto pelo próprio desgaste do funcionário, é claro.

Caso seja realmente trabalhar nesses dias, a conta, porém, é das mais simples.

Para calcular hora extra em domingos e feriados, o valor da hora extra do funcionário é dobrado.

Paga-se 100% a mais para todo o funcionário que trabalhar nessas datas.

Em um exemplo prático, um funcionário que tem 10h trabalhadas em domingos e feriados, sendo que cada hora tem um valor normal de R$10 reais, ganhará 20 reais pelo trabalho extra.

Gerenciando horas extras

Não existem grandes segredos por trás do cálculo de horas extras.

O importante, nesse caso, é que todo o processo seja tratado com seriedade e ética.

Principalmente para que não haja prejuízo para nenhuma das partes.

Por se tratar de um cálculo importante para empresa e funcionário, a gestão de horas extras deve ser sempre bem feita.

O empreendedor deve manter tudo devidamente registrado e apresentado com clareza ao colaborador.

Uma forma de manter esse controle é recorrer a aplicativos e softwares de gestão de finanças e pessoal.

Quem prefere métodos mais simples ou tradicionais, porém, pode contar com uma simples planilha do Excel.

O principal, sempre, é que tudo seja feito de forma correta e legal.

[Total: 0    Média: 0/5]
Tags
Continuar Lendo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock foi Detectado

Please consider supporting us by disabling your ad blocker