Pessoas

Avaliação de Desempenho: Como e Por Que Fazer

No dia a dia de uma empresa, a gestão como um todo deve englobar vários aspectos da vida do negócio.

Gestão de projetos e gestão financeira estão sempre recebendo muita atenção, mas um tipo de gestão que talvez possa ter menos visibilidade e é igualmente importante é a gestão de pessoas.

Entre as várias ferramentas e práticas da gestão de pessoas, uma das mais importantes é a avaliação dos colaboradores da empresa – ou simplesmente avaliação de desempenho.

O que é avaliação de desempenho

Como qualquer processo de avaliação, o de avaliar o desempenho dos colaboradores tem a função de consistir dados em um diagnóstico.

Todo e qualquer diagnóstico, por sua vez, serve como precedente para uma série de ações que devem ser tomadas em prol de um bem maior, uma melhoria significativa.

Avaliação de desempenho nada mais é que uma análise crítica do comportamento de um colaborador da empresa, durante certo período de tempo.

Avaliando o desempenho dos funcionários, é possível traçar um diagnóstico das tarefas cumpridas, do desenvolvimento profissional e das expectativas criadas em torno do colaborador em questão.

Por que avaliar o desempenho dos colaboradores

Realizar uma avaliação de desempenho, portanto, significa obter informações estratégicas importantes para um crescimento constante dos colaboradores e, por consequência, da empresa como um todo.

Avaliando o desempenho de um colaborador, também é possível identificar como o indivíduo se posiciona diante de seus líderes, colegas e da cultura da empresa.

Com esse tipo de informação, é possível trabalhar em adaptações tanto no comportamento do colaborador quanto no tratamento e nas condições que a empresa lhe oferecem.

Como fazer uma avaliação de desempenho

A avaliação de desempenho parte, primariamente, do líder direto do colaborar a ser avaliado.

Em um primeiro momento, observa-se o comportamento do funcionário no dia a dia, seu ritmo de trabalho, forças e fraquezas ao realizar as tarefas da sua função, como se relaciona com colegas, subordinados ou líderes etc.

Trata-se de uma avaliação de seu comprometimento, postura e de tudo o que é realizado ou se deixa de realizar.

Ao final, é claro, deve se dar um feedback ao colaborador, expondo pontos fortes e pontos de melhoria.

Tendo em mãos todas as informações já recolhidas, é preciso identificar os problemas encontrados.

Qualquer situação fora do padrão deve ser pesada e pensada em busca de uma solução.

Por fim, o último passo é trabalhar, junto ao colaborador, na melhoria dos pontos identificados como fora do esperado pela empresa e suas pessoas.

Nessa etapa, devem ser realizadas entrevistas e um acompanhamento diário do colaborador diante dos desafios de melhoria que a empresa espera.

Não cabem broncas, cobranças drásticas ou, muito menos, ameaças. É preciso que toda mudança aconteça de forma amigável, respeitando o tempo tanto do colaborador quanto da empresa em harmonia.

Em nenhum passo da avaliação de desempenho o líder deve tratar ninguém com autoritarismo ou impaciência.

Todas as pessoas possuem limitações e bloqueios que devem ser respeitados e trabalhados de forma gradual, para que o processo ocorra da melhor forma possível e os resultados sejam positivos.

Quando avaliar o desempenho dos colaboradores

Não existe um tempo ou ocasião exatos para se fazer uma avaliação de desempenho.

É recomendado, porém, que depois que o processo seja estabelecido, exista uma periodicidade.

Assim, o crescimento será contínuo e será possível acompanhar e registrar todo tipo de melhoria.

Uma vez que a empresa passa a realizar corretamente avaliações de desempenho, os colaboradores conseguirão enxergá-las como uma forma de sempre melhorar e de estarem alinhados com os interesses e a cultura da empresa.

Por isso, interromper ou atrasar o momento das avaliações pode causar desinteresse e desmotivar colaboradores.

Em um cenário ideal, realizar avaliações mensais ou bimestrais seria o ideal para buscar melhorias mais concretas e mensuráveis.

Quem deve passar pela avaliação de desempenho

Todos os colaboradores podem participar de um processo de avaliação de desempenho.

Ela pode acontecer em todos os âmbitos e esferas da empresa, respeitando níveis hierárquicos e posições de trabalho.

Nessa hora, é importante o papel de cada líder, esteja ele em um cargo mais alto ou mais baixo.

Equipes verdadeiramente alinhadas passarão tranquilamente por esse processo.

Autoavaliação

Se o interesse da empresa é avaliar o colaborador, pode ser interessante ouvir também o que ele acha do próprio comportamento.

Essa é uma chance de mostrar interesse pela opinião do trabalhador e fazer com que ele se sinta parte do processo.

Uma autoavaliação também pode fornecer dados inesperados em relação às expectativas do colaborador versus as da empresa.

Cruzar esses dados pode ajudar a harmonizar o interesse das duas partes e servir de base para encontrar oportunidades de crescimento em ambos.

A autoavaliação, assim como todo o processo de avaliação, pode ser conduzida por entrevistas, formulários de pesquisa ou outros métodos que os líderes encontrarem para estimular seus colaboradores.

Apesar de ser apenas uma metodologia dentro da gestão de pessoas de uma empresa, a avaliação de desempenho pode oferecer insights que não seriam obtidos de nenhuma outra forma, tanto sobre empresa quanto sobre seus colaboradores.

É uma oportunidade facilmente aplicável e facilmente mensurável de fazer empresas e pessoas crescerem. E crescerem juntos, o que é ainda melhor.

[Total: 0    Média: 0/5]
Tags
Continuar Lendo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock foi Detectado

Please consider supporting us by disabling your ad blocker