Marketing

Como Anunciar no Google Adwords: O Guia Absolutamente Completo

Aprenda Como Anunciar no Google Adwords

É difícil encontrar alguém que não entenda a importância que o Google possui atualmente. Quem não faz buscas no Google com frequência? Que pessoa não deseja ter seu negócio exibido na primeira página?

Como os consumidores estão cada vez mais presentes na internet, e ela desempenha um papel cada vez mais importante na jornada de compra de um cliente, é preciso entender como o meio online é capaz de ajudar a vender mais. A dica, nesse caso, vem na forma do Google Adwords.

Resumindo em poucas palavras o que é Google Adwords, podemos dizer que trata-se de uma plataforma de publicidade do Google.

Na prática, o serviço de anunciar no Google é feito através de anúncios que vem em formato de links patrocinados. Esses links aparecem mais frequentemente como resultados de busca nas páginas do Google ou até mesmo como banners em sites e vídeos do YouTube.

Esses locais online formam a chamada Rede de Display, que envolve todos os sites do Google, como o Blogger, o Google Play, e sites parceiros que exibem anúncios do Google Adsense.

Esses links patrocinados, se tratando de resultados de busca principalmente, tem como função levar clientes em potencial para páginas que oferecem produtos e serviços.

O grande diferencial de marketing que as estratégias baseadas em Google Ads tem, nesse caso, é que o consumidor chega até esses links no momento certo, já que eles aparecem como resultado de uma necessidade que partiu do próprio cliente.

Por isso, é indiscutível que devemos explorar mais a relevância desse tipo de estratégia de marketing como diferencial para vender mais.

Busca paga x Busca orgânica

Busca Paga x Busca Orgânica

Considerando, então, que o Google funciona como uma verdadeira vitrine, é natural que empresas e marcas queiram garantir sua presença nas primeiras páginas do buscador.

Antes de optar por uma estratégia de marketing no Google, é preciso entender as duas principais vias utilizadas por quem quer vender mais.

Os tipos de buscas que são utilizadas como verdadeiros canais de vendas são as buscas orgânicas e as buscas pagas.

Cada um dos dois tipos representa uma forma de tráfego que leva o internauta/consumidor até o seu produto ou serviço, e cada um tem suas vantagens, objetivos e especificidades.

As buscas orgânicas consistem no processo de busca baseado em tráfego gratuito, natural e determinado por algoritmos do motor de pesquisa do Google.

O trabalho do marketing via buscas orgânicas é amparado por estratégias de otimização das buscas, feitas através do processo de SEO (Search Engine Optimization).

Seguindo uma série de práticas de otimização, é possível fazer com que um conteúdo alcance posições melhores do ranking de resultados do Google, fazendo com que o link apareça melhor colocado nas primeiras páginas de resultados do buscador.

Por outro lado, os anúncios pagos são uma alternativa para acelerar o processo de chegada à primeira página do Google.

Quando um usuário realiza uma busca por determinadas palavras-chave, o sistema do Google apresenta resultados com base no que foi procurado e, dessa forma, anúncios com palavras-chave relevantes e que estejam de acordo com a busca, aparecem sob a forma de links patrocinados.

Tanto os resultados pagos quanto os orgânicos aparecem na mesma página, apenas em locais diferentes.

Os links patrocinados do Google Ads ocupam o topo e eventualmente o lado direito da página de resultados. Os orgânicos ficam com o restante do espaço.

Assim como os dois tipos de resultados aparecem juntos, é importante não menosprezar as vantagens que cada uma das  estratégias tem, focando o trabalho apenas em links gratuitos, por exemplo.

Como funcionam as campanhas

A base de uma estratégia de anúncio via Google Ads está nas palavras-chave.

Todas as campanhas devem ser pensadas explorando as palavras-chave que devem atrair um consumidor via busca no Google.

Todo o trabalho de anunciar via Google deve ser pensado com as palavras-chave que representem bem o que será vendido, para que elas apareçam para o consumidor de acordo com a necessidade dele e no momento em que ele está buscando por elas.

As campanhas também funcionam com segmentações específicas, a fim de otimizar a experiência pensando no público-alvo que deve ser atingido.

É possível escolher em que localizações a campanha será mostrada, os horários ou dias em que ela aparece, a idade de quem verá o resultado e até os dispositivos (computadores, smartphones, tablets) que exibirão o seu link patrocinado.

Tendo em mente seu objetivo, é hora de entender que os anúncios aparecem seguindo um formato de leilão.

Sempre que uma busca é realizada, os anúncios com aquelas palavras-chave passam por um leilão que considera mais do que apenas os lances mais altos.

O leilão considera anúncios propostos por páginas que tem boa qualidade, somado ao lance de Custo por Clique (CPC) que o anunciante informou ao configurar a campanha.

Assim é definido se a campanha será exibida e em que posição na página ela aparece.

O Índice de Qualidade, conforme critério do leilão, está relacionado à conformidade da palavra-chave com o conteúdo da página, relevância da palavra-chave, originalidade do conteúdo, entre outros critérios.

Como criar uma campanha no Google Adwords

Como criar uma campanha no Google Adwords

Para começar a utilizar o Google Adwords é necessária uma conta Google.

Criada a conta, é preciso informar os dados de pagamento e, no caso de utilizar boletos bancários, a compra de créditos pré-pagos.

Também é preciso informar, em um primeiro momento, o idioma e a moeda que serão utilizados, bem como os dados para faturamento.

Para seguir em frente, é necessário, obviamente, um bom planejamento.

É preciso ter em mente os objetivos da campanha da forma mais clara possível.

O plano por trás da utilização do GoogleAdwords é vender um produto, divulgar alguma campanha ou simplesmente atrair visitas para seu site?

Perguntas como essa são o norte necessário para configurar corretamente uma campanha no Google Adwords e colher os frutos dela.

Continuando com o processo de criação da campanha, liste as palavras-chave que serão vinculadas ao seu anúncio.

Se a intenção é vender geladeiras, liste por exemplo “geladeiras bom custo benefício”, “geladeira econômica”, “geladeira da marca X” etc.

Caso planeje direcionar o usuário do Google para um e-commerce de celulares, a ideia é definir palavras que tratem dos modelos mais buscados de celular, das características e das marcas mais populares, e assim por diante.

Liste todas as palavras que podem ajudar o Google AdWords a guiar o consumidor até seu produto, respeitando os critérios da plataforma.

Para te ajudar nessa tarefa, o próprio Google oferece ferramentas que ajudam a desvendar palavras-chave mais buscadas, mais relevantes e com concorrências mais altas ou baixas. O planejador de palavras-chave do GoogleAdwords é a melhor opção nesse caso.

Como o processo de escolher palavras-chave será o coração da estratégia de Google Ads, é necessário ter bastante cautela ao definir quais palavras e expressões devem levar até seu link patrocinado.

Considere os diferenciais que seu link irá oferecer, levante as possibilidades de palavras que sua concorrência pode estar usando e alinhe tudo isso, obviamente, com o objetivo geral da sua campanha como um todo.

Tudo que for decidido nessa etapa influenciará diretamente no retorno da campanha.

Com as palavras-chave à mão, vá até a aba Campanha e configure o básico da sua campanha – tipo de campanha, nome, dados demográficos, displays que serão utilizados e, claro, o quanto pretende pagar.

Ao selecionar as palavras-chave da campanha, também é possível definir, junto às expressões que levarão ao seu link patrocionado, alguns parâmetros de correspondência das palavras-chave.

Nesse momento é definido se os termos aparecerão em buscas amplas, apenas para quem buscar exatamente pelas suas palavras ou para variações aproximadas das palavras ou frases que foram definidas.

Na etapa de definir o orçamento, é essencial saber que o Google utiliza o método de custo por clique (ou CPC).

Isso significa que um anunciante não paga simplesmente pela vinculação de um link patrocinado, como seria, por exemplo, no marketing tradicional.

A cobrança no AdWords só acontece quando alguém realmente clica no seu link de anúncio.

Definir o orçamento de uma campanha no GoogleAdWords, porém, não é apenas escolher por quantos cliques você pode ou quer pagar.

Para cada campanha, o Google requer a informação de quanto deverá ser gasto por dia.

Assim, o budget da campanha é respeitado pela ferramenta.

E o Google Adwords permite, ainda, que o orçamento da campanha seja distribuído ao longo do dia, evitando que tudo seja rapidamente, em poucas horas do dia.

Atenção para as métricas

Métricas do Google Adwords

Como qualquer estratégia de marketing, anunciar no Google requer um acompanhamento eficiente de métricas.

Para isso, antes de mais nada, é preciso garantir uma integração do Google AdWords com o Google Analytics.

É via Google Analytics que será possível acompanhar, ao longo do tempo, o retorno financeiro que uma campanha vem dando, quantos cliques ela atraiu, como os visitantes interagiram com o site e muito mais.

Acompanhar de perto os indicadores de uma campanha de Google Ads é importante para validar a ação e se planejar melhor caso ela não esteja obtendo os resultados esperados.

Dessa forma, erros são evitados e um lucro sobre investimento maior pode ser alcançado.

Acompanhando pelo Analytics ainda é possível comparar estratégias paralelas, como o trafégo pago versus tráfego gratuito que um site vem recebendo.

Em resumo, mensuração é tudo em uma estratégia de links patrocinados.

Tendo uma campanha ativa, são 4 as métricas principais que devem ser mensuradas:

Impressões

As impressões são, basicamente, a quantidade de vezes em que seu anúncio venceu o leilão e foi exibido para um usuário do Google.

A quantidade de impressões de uma campanha pode ser entendida, portanto, como o total de vezes em que seu anúncio foi visto – tendo sido clicado ou não.

Cliques

Como a palavra já indica e já foi explicado sobre o funcionamento de uma campanha de GoogleAdwords, o clique é o que vai definir o quanto a campanha está sendo efetiva.

Essa métrica indica, portanto, quantos usuários realmente se interessaram e clicaram no anúncio.

Conversões

É chamada de conversão a situação em que o usuário que clica em uma campanha realiza, de acordo com o objetivo do anunciante.

Se o seu link patrocinado leva a um site de e-commerce, chamamos de conversão cada vez em que o consumidor efetua uma compra no site tendo chegado até ele via campanha do Google AdWords.

Gasto

Também autoexplicativo, o gasto é quanto foi investido até o momento na sua campanha ativa do Google Adwords.

Além de considerar as 4 métricas ao mensurar resultados de uma campanha, é importante combiná-las para obter insights mais assertivos sobre a estratégia.

Dividindo o número de conversões pelo número de cliques, é possível avaliar a taxa de conversão da campanha, por exemplo, sabendo quanto custou cada venda efetuada.

Dividindo os cliques pelas impressões, dá para avaliar a aceitação do seu anúncio e encontrar possíveis chances de melhorá-lo, por exemplo.

O importante, nessa etapa, é testar várias combinações de métricas para explorar cada aspecto que pode ser otimizado na campanha.

Conclusão

Com tudo isso em mente, é possível elaborar uma boa estratégia para anunciar no Google AdWords.

Por se tratar de uma ferramenta importante do Google, pode-se assumir corretamente que a plataforma é bastante intuitiva e amigável enquanto interface.

O ideal, especialmente para iniciantes, é explorar com cuidado tudo o que o Google AdWords oferece.

Além disso, é essencial se manter informado sobre novos recursos e funcionalidades, por se tratar de um assunto que sempre pode ter – e provavelmente terá – novidades a serem lançadas.

Para quem quer vender mais no mercado altamente competitivo mas ao mesmo tempo mais acessível através da tecnologia, dominar ferramentas como o Google AdWords pode ser o diferencial que faltava para o sucesso de um empreendimento.

[Total: 1    Média: 5/5]
Tags
Continuar Lendo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close