EmpreendedorismoListas

5 Maneiras de Pequenas Empresas Competirem com Seus Principais Concorrentes

5 Formas de Competir com Seus Maiores Concorrentes

Estabelecer uma empresa no mercado não é fácil. É preciso lidar com burocracia, com gestão de tempo, recursos, pessoas e muito mais. Lidar com fornecedores e as finanças também é um desafio.

E não para por aí: ainda tem a concorrência. No caso de quem quer abrir novos negócios e começará sendo uma pequena empresa, o desafio é ainda maior.

Pequenas empresas competem com grandes nomes do mercado, com médias e pequenas empresas também.

Parece uma competição desleal, colocando assim, mas não precisa ser. As pequenas empresas têm tudo para encarar de frente os grandes competidores.

Para começar a pensar em enfrentar a grande concorrência, o primeiro passo é entender o lugar que sua empresa, mesmo pequena, deve ocupar.

Não adianta querer competir de igual para igual, é preciso saber explorar suas forças e as fraquezas da concorrência.

Como? É só seguir alguns princípios simples.

Relacionado: A importância estratégica do Benchmarking

Trabalhe com nichos

Grande competidores geralmente visam atingir grandes clientes – e em grandes quantidades.

Por isso, a diferença da empresa pequena deve começar por aqui.

Para atingir clientes, quaisquer que sejam, uma empresa deve ter foco.

Tudo que o negócio visa oferecer ao público deve ser pensado de acordo com um público-alvo bem definido e conhecido.

Além disso, a recomendação é ainda afunilar esse público-alvo o máximo possível.

Estabelecer nichos mais específicos de trabalho ajuda a conquistar clientes que não se sentem representados pelas soluções dos grandes concorrentes.

Em um exemplo simples: na hora de abrir um pequeno restaurante, por que não focar em um tipo específico de culinária?

Resolver demandas específicas, de nichos específicos, pode ajudar muito na hora de bater de frente com a concorrência.

Atendimento diferenciado

Mesmo com equipes mais reduzidas, o esforço deve ser para atender com excelência cada cliente.

É aí a primeira chance das pequenas empresas se destacarem diante da concorrência.

Especialmente quando a concorrência é muito maior em porte, existe a oportunidade de ganhar oferecendo um atendimento acima da média.

Pequenas empresas devem focar em atender os clientes e fazer disso um diferencial de relacionamento.

Com um volume menor de clientes, a empresa tem a grande oportunidade de personalizar o contato com o cliente, tratá-lo de forma mais pessoal e, assim, conquistar melhor a atenção e a fidelidade do consumidor.

Preço competitivo

Essa pode parecer a dica mais difícil, mas, novamente, não precisa ser.

Levar vantagem no preço, mesmo em uma empresa pequena, é possível e deve ser uma opção a se considerar.

Levando em conta o atendimento diferenciado mais a proximidade com o cliente, mexer no preço do produto ou serviço fica mais fácil e surge como uma solução para aumentar o volume de vendas.

Promoções, cupons de desconto e condições especiais são alternativas que, pelo menos em um primeiro momento, ajudam pequenas empresas a vender mais e conquistar mais clientes.

Soluções mais simples

Grandes concorrentes tendem a ser rígidas, engessadas.

Contratar um serviço de uma empresa gigantesca pode ser um processo difícil e demorado, por exemplo.

Entender e utilizar produtos oferecidos por essas empresas, também.

Por isso, pequenas empresas devem considerar oferecer soluções mais simples.

Uma empresa que possui um sistema de pagamento online, por exemplo, pode ganhar ao oferecê-lo de forma mais simples, intuitiva e fácil de usar.

Tendo sempre em vista o público que deseja atingir e cativar, existe muito que pode ser feito.

Lembrando sempre também que menos, muitas vezes, é mais.

Processo e opções de pagamento

Um ponto crucial que faz qualquer empresa ficar para trás se resume em uma simples palavra: processos.

Em um cenário cada vez mais competitivo, facilitar processos é ganhar em agilidade, essa moeda tão importante no mercado atual.

Opções de pagamento, que também fazem parte de processos que podem ser simplificados, também devem ser oferecidas para facilitar a relação entre cliente e empresa.

Mais uma vez, é hora de se aproveitar da rigidez das concorrentes e encontrar, aí, uma oportunidade de cativar clientes e aumentar as vendas.

Relacionamento fiel

Da mesma forma que o atendimento deve ser um ponto de atenção, o relacionamento pós-compra também deve.

Após conquistar um cliente, empresa alguma deve passar a negligenciá-lo, esquecê-lo.

E se clientes fiéis são importantíssimos para qualquer negócio, é de se esperar que o cuidado das pequenas empresas com eles deve ser ainda maior.

A palavra-chave, então, deve ser recorrência.

Para alcançar o sonho dos clientes recorrentes, a pequena empresa deve investir – especialmente seu tempo – em um bom relacionamento com o cliente já conquistado.

Assim é possível vender mais, prever receita e conquistar verdadeiros advogados para uma marca.

Com essas 5 dicas, não é possível garantir que uma pequena empresa irá crescer, prosperar e muito menos desbancar concorrentes.

Porém, certamente são maneiras de alavancar vendas, otimizar processos e, claro, aprender a concorrer no mercado do jeito mais otimizado possível.

[Total: 1    Média: 5/5]
Tags
Continuar Lendo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock foi Detectado

Please consider supporting us by disabling your ad blocker